Rede dos Conselhos de Medicina
Selecione o Conselho que deseja acessar:
Porto Alegre, 15 de Dezembro de 2019. Aumenta a Fonte [ A + ]   [ A - ]  
 

Importar médicos não é solução

27/05/2013 03:51:52

Autor: Dr. La Hore Correa Rodrigues
Cargo: Médico cardiologista

 O interior do Rio Grande e do Brasil é caracterizado pelo difícil acesso e por serem locais inóspitos. Os Brasileiros ocupam todo esse território e por eles somos responsáveis. Segundo a simplista e simplória idéia, o assunto de importação de médicos cubanos desponta como solução para os problemas de saúde do povo. Deve haver outros interesses não revelados, o que desmerece muito a proposta. A acusação de corporativismo feita pelos prefeitos pondo a culpa nos médicos acoberta a política desastrosa de compra de ambulâncias caras e inadequadas. A ambulancioterapia é fato.

 
Os médicos são seres sociais e, por conseguinte inseridos na sociedade em que vivem. Acusar os médicos brasileiros de não quererem ir para o interior por serem elitizados, sem compromisso social é falácia ideológica. As pessoas que emigram tem diversas expectativas de vida, profissional e financeira. Oferecer oportunidade em local onde ninguém desejaria ir, segundo os defensores da proposta, é engodo ou estes médicos estão em situação muito precária para aceitar. Estamos sendo transparentes e honestos? Não se podem levar médicos ao interior sem interiorizar a medicina. Não se faz saúde sem médico, mas também não se a faz só com médico. A proporção distributiva, médico/habitante mostra que o problema não é a falta de médicos, mas sim a distribuição inapropriada. Por que seria?
 
As Entidades Médicas tem várias sugestões elaboradas em congressos, pesquisas e documentos a propósito do assunto os quais não estão sendo consultados. A posição diametralmente oposta dos médicos brasileiros à vinda de cubanos está no fato que nosso primeiro compromisso é com a saúde e o bem estar do nosso povo, os quais não serão atendidos por esta bisonha proposta. Dizer, como disse um político, que o exame nacional de revalidação do diploma médico estrangeiro (Revalida) é aplicado pelos Conselhos é má informação ou ele está mal intencionado. Este exame é aplicado pelo Ministério da Educação e Cultura nas Universidades Federais. Não há ingerência da propalada corporação médica. Dizer-se que o interesse do gestor público é a defesa da população designando pessoal sem conhecimento da realidade brasileira à assistência médica constitui-se em desprezo a estes necessitados. A verdade faz bem à saúde.
 
Caso se concretize o almejado bom atendimento cubano terá por decorrência mais pacientes com novos diagnósticos, uma demanda que necessitaria atendimento secundário de cirurgiões, cardiologistas e tantas outras especialidades. O atraso na lista de atendimento médico passaria de seis meses a um ano, ou importaríamos outros médicos? Já se pensou nisto? 
 
Devemos levar esta questão muito a sério porquanto podemos nos arrepender de atitudes intempestivas, custosas e ineficazes. Os médicos importados atuariam no Programa Saúde de Família com a atenção voltada à prevenção e à baixa complexibilidade. Aliás, isto faz parte do currículo médico das faculdades de medicina do Brasil, mais ou menos na metade do curso médico, correspondendo ao final da formação em Cuba. Urge um conjunto de medidas, até simples e baratas, que contemplem a assistência médica do povo do interior. Área física específica à prática médica, dispositivos diagnósticos, material terapêutico e um conjunto de profissões são indispensáveis ao adequado exercício da medicina, em qualquer cenário. 
 
Não façamos como propõe a desastrosa propaganda de medicamentos diária na mídia: “No caso de persistirem os sintomas o médico deverá ser consultado”. Desejo que não seja por demais tardio e o paciente já tenha morrido.

Institucional Câmaras Técnicas Comissões de Ética Conheça o CREMERS Contas Públicas Delegacias Diretoria Palavra do Presidente Vídeo Institucional História Cremers

Serviços Área do Médico Busca Empresas Busca Médicos Ativos CBHPM Concurso Emissão de Boleto Empregos Eventos Inscrição de Empresas Licitações Pareceres e Resoluções Perguntas Freqüentes Pessoa Jurídica Propaganda Médica Registro de Especialidade Médica

 

 

Imprensa Artigos Assessoria Informativo Cremers Notícias Twitter

Publicações Apresentações para Download Biblioteca Código PEP Regimento Interno dos Corpos Clínicos

 

Contato Fale com o CREMERS Fale com o Presidente Ouvidoria

 

 

 

Conselho Regional de Medicina do Estado do Rio Grande do Sul - Copyright 2019 ©
Av. Princesa Isabel, 921 - Bairro Santana
Porto Alegre - RS - CEP: 90620-001
Telefone: (51) 3300-5400 e 3219-7544
Fax: (51) 3217-1968
E-mail: cremers@cremers.org.br
Horário de Atendimento:
De segunda-feira a sexta-feira
Das 09h00min às 18h00min