Os Perigos do Verão

A Campanha

Acompanhe nas redes sociais

Conheça os perigos do verão

AFOGAMENTO

No final de dezembro, e nos primeiros dias de 2016, 24 pessoas morreram afogadas no nosso estado. Número 60% maior do registrado no ano anterior.

 

No mesmo período, a Operação Golfinho, com um efetivo de 3,2 mil profissionais da área de segurança pública, registrou 593 salvamentos no litoral do Rio Grande do Sul.

 

Em um final de semana, 193 pessoas foram salvas pela Operação Golfinho.

 

Previna-se com essas dicas:

Fique sempre de olho em crianças

Evite entrar na água logo após as refeições

Informe-se sobre questões como profundidade e correnteza do local

Nade apenas em locais permitidos e respeite as placas de segurança

ÁLCOOL

Segundo a Organização Mundial da Saúde, dos acidentes de trânsito do Brasil, 18% que envolvem homens e 5,2% mulheres são relacionados ao consumo de álcool.

 

Em outra pesquisa, constatou-se que 26% dos motoristas entrevistados admitiram dirigir mesmo após consumir bebidas alcóolicas.

 

49% das agressões no Brasil estão ligadas ao uso de álcool.

 

Previna-se com essas dicas:

Diminua o consumo e prefira sucos / bebidas mais saudáveis

Não dirija após ingerir bebidas alcoólicas

DESIDRATAÇÃO

A desidratação ocorre quando, por ingestão insuficiente ou perdas excessivas, a quantidade de líquido não é suficiente para manter as funções normais em um nível adequado.

 

Ela ocorre quando temos uma perde de líquido corpóreo na proporção de mais de 1% do peso corporal. Quando esse déficit chega na média de 5%, os sintomas são de irritabilidade, fadiga e perda de apetite.

 

Nos 7%, a temperatura corpórea fica levemente baixa, respiração pesada, pele fria e pegajosa, surgem câimbras, vertigens, vômitos e desmaios.

 

Em casos extremos, pode matar em 12 horas.

 

Previna-se com essas dicas:

Beba água constantemente durante todo o dia

Opte por frutas e verduras

CÂNCER DE PELE

Em 2014, a média de casos do Rio Grande do Sul foi de 7 para cada 100 mil habitantes. Um número preocupante e que, se for descoberto em fase tardia, pode ser fatal.

 

O câncer de pele é dividido em dois principais tipos: o melanoma, que surge a partir de uma pinta escura e é considerado o mais grave devido à alta possibilidade de metástase. Ele é o responsável por 5% dos casos de câncer de pele, mas corresponde por 46% dos óbitos.

 

O outro tipo é o não melanoma, o mais frequente no Brasil. Apresenta alto percentual de cura, se detectado precocemente.

 

O RS é o estado com mais casos em todo o Brasil.

 

Previna-se com essas dicas:

Use sempre protetor solar

Evite exposição solar entre 10 e 16 horas

Opte pelo uso de guarda-sol de algodão

HIV

Segundo o Ministério da Saúde, o Rio Grande do Sul apresenta a segunda maior taxa de detecção de AIDS do país com 38,3 casos para cada 100 mil habitantes. A média nacional é de 19,7 para cada 100 mil.

 

Aqui no estado, o número de mortes para cada 100 mil habitantes é de 10,6.

 

Mesmo demonstrando uma queda nos números, o RS tem quase o dobro da média nacional (5,7).

 

Previna-se com essas dicas:

Use preservativo em suas relações

Não compartilhe e utilize apenas seringas e agulhas descartáveis

O vírus pode ser transmitido pelo sangue, sêmen, secreção vaginal e leite materno

Qualquer suspeita de contaminação, procure uma unidade de saúde

MOSQUITO AEDES AEGYPTI

Em 2016, na relação com os primeiros meses do ano anterior, o número de casos de dengue no Rio Grande do Sul triplicou.

 

Os dados da Secretaria Estadual da Saúde confirmaram que tivemos 758 casos de dengue confirmados em 195 municípios, 10 casos de chikungunya e 20 confirmações de zika vírus em várias partes do estado.

 

É o possível transmissor e causador da microcefalia em bebês.

 

Previna-se com essas dicas:

Não deixe água parada

Mantenha totalmente fechadas cisternas, caixas d’água e reservatórios

Use cloro na piscina, mesmo quando não estiver utilizando-a

Coloque tela de proteção contra mosquito em portas e janelas

Assim você se protege da dengue, zika vírus e febre chikungunya

O CREMERS

não tira férias.

Para conscientizar a população gaúcha sobre os cuidados alusivos à estação mais quente do ano, a campanha “Preserve seu Verão” dá destaque aos perigos que os momentos de lazer dessa época escondem, representando situações reais em que a prevenção ficou em segundo plano.

 

O foco da mensagem é na informação aos veranistas das medidas simples que preservam a diversão e que, em uma maior amplitude, atuam na lotação das estruturas de atendimento, as quais são limitadas e devem ficar reservadas para quem realmente precisa de cuidados.

Buscando atingir o público principal das pessoas que se deslocam em direção ao litoral, a campanha desdobrou-se em diversos meios de comunicação:

A CAMPANHA

Painéis iluminados

nas principais rodovias

de acesso ao litoral

Cartazes

Materiais

informativos

nas praias

Outras mídias/ações:

Rádios

Jornais

Redes

Sociais

Filme

Acompanhe as ações do CREMERS nas Redes Sociais: