Rede dos Conselhos de Medicina
Selecione o Conselho que deseja acessar:
Porto Alegre, 09 de Dezembro de 2019. Aumenta a Fonte [ A + ]   [ A - ]  
 

Quem sabe faz a hora, não espera acontecer

07/08/2014 04:36:10

Autor: Dr. Fernando Matos
Cargo: Presidente

 Há um ano, os médicos brasileiros foram surpreendidos por um pronunciamento em rede nacional de TV feito pela presidente da República, que, acuada por ruidosas manifestações populares que sacudiam o País clamando principalmente por mais saúde, anunciou a importação de milhares de médicos cubanos para supostamente resolver o problema de atendimento à população. 

 
Foi a única medida concreta anunciada pelo governo como resposta aos manifestantes e à Nação, como se os médicos fossem responsáveis pelas mazelas da saúde. Sabe-se que o governo federal havia algum tempo trabalhava essa ideia, que tem forte cunho ideológico. Dias depois, surgia a medida provisória que instituía o programa Mais Médicos, que custa aos cofres públicos em torno de 1 bilhão de reais. Grande parte desses recursos que saem do bolso dos contribuintes, inclusive de nós, médicos, engorda os cofres do regime cubano.
 
O Cremers, o CFM e demais Conselhos de Medicina, que há anos defendem a criação de um plano de carreira para médicos do Sistema Único de Saúde, o que viabilizaria a fixação dos profissionais nos lugares mais afastados, protestaram e resistiram, inclusive com ações judiciais, mas o programa se manteve inabalável, envolto por ampla publicidade.
 
Hoje, o Mais Médicos, como se previa desde seu lançamento pirotécnico, é usado pelo governo para  conquistar votos. Divulgam-se números grandiloquentes, mas as filas para consultas com especialistas continuam crescendo e as emergências dos hospitais seguem superlotadas.
Pelo País afora, sucedem-se erros cometidos pelos intercambistas, pairando dúvidas sobre sua real formação. Como se sabe, o Ministério da Saúde tomou para si a responsabilidade de conferir a formação desses profissionais.
 
Felizmente, uma parte dos políticos desde o primeiro momento coloca restrições ao programa, apoiando a proposta de criação de plano de carreira no SUS para os profissionais da saúde, a exemplo do que existe no Poder Judiciário.
 
Um importante candidato à presidência já antecipou que vai avançar nessa proposta, além de projetar mudanças significativas no Mais Médicos. Alguns senadores e deputados também defendem a causa dos médicos formados aqui ou diplomados no exterior, mas com diploma revalidado conforme determina a legislação.
 
Por ocasião da aprovação da Lei do Ato Médico, uma conquista histórica da categoria atenuada arranhada pelos vetos da presidente,foi decisiva a atuação de algumas lideranças políticas, sem contar, é claro, a força da união dos médicos e de suas entidades de classe. Da mesma forma em relação à outra grande vitória, aprovação da Lei que estabelece reajustes anuais obrigatórios aos médicos de operadoras de saúde.
 
Como se percebe, os médicos brasileiros não estão sós. Há quem reconheça a importância dos médicos para a sociedade. Mesmo aqueles que nos agridem e tentam denegrir a imagem dos médicos acabam recorrendo a um atendimento médico, normalmente nos melhores e mais caros hospitais. Eles passam ao largo dos hospitais do SUS que eles tanto enaltecem, mas que tratam à míngua, remunerando mal pelos serviços prestados e desqualificando o atendimento à população mais carente.
 
Depois de um ano, podemos distinguir ainda com maior clareza os políticos que nos apoiaram desde o primeiro momento, e visualizar sem dificuldade os que nos abandonaram e se posicionaram contra as nossas causas, sem contar aqueles que atacaram gratuitamente toda uma categoria profissional em sua nobre luta em defesa da medicina e da qualidade no atendimento de saúde. 
 
Está se aproximando a hora de dar uma resposta. Como cantava Geraldo Vandré, ‘... quem sabe faz a hora, não espera acontecer’.

Institucional Câmaras Técnicas Comissões de Ética Conheça o CREMERS Contas Públicas Delegacias Diretoria Palavra do Presidente Vídeo Institucional História Cremers

Serviços Área do Médico Busca Empresas Busca Médicos Ativos CBHPM Concurso Emissão de Boleto Empregos Eventos Inscrição de Empresas Licitações Pareceres e Resoluções Perguntas Freqüentes Pessoa Jurídica Propaganda Médica Registro de Especialidade Médica

 

 

Imprensa Artigos Assessoria Informativo Cremers Notícias Twitter

Publicações Apresentações para Download Biblioteca Código PEP Regimento Interno dos Corpos Clínicos

 

Contato Fale com o CREMERS Fale com o Presidente Ouvidoria

 

 

 

Conselho Regional de Medicina do Estado do Rio Grande do Sul - Copyright 2019 ©
Av. Princesa Isabel, 921 - Bairro Santana
Porto Alegre - RS - CEP: 90620-001
Telefone: (51) 3300-5400 e 3219-7544
Fax: (51) 3217-1968
E-mail: cremers@cremers.org.br
Horário de Atendimento:
De segunda-feira a sexta-feira
Das 09h00min às 18h00min