Rede dos Conselhos de Medicina
Selecione o Conselho que deseja acessar:
Porto Alegre, 15 de Dezembro de 2019. Aumenta a Fonte [ A + ]   [ A - ]  
 
23/05/2013

Artigo

Jornal Zero Hora desta quinta-feira (23) publicou artigo do médico Antonio Nocchi Kalil sobre a importação de médicos cubanos


Abaixo segue o artigo do médico Antonio Nocchi Kalil*

“Muito tem se discutido sobre a importação de médicos cubanos, e a posição firme das entidades médicas é frequentemente criticada por setores da sociedade.

Nos Estados Unidos e em diferentes países da Europa é comum encontrarmos médicos de diferentes nações exercendo sua profissão com liberdade, e não raro estes gozam de grande prestígio nas sociedades médicas destes locais. Assim, egípcios, russos, israelenses, libaneses e mesmo latino-americanos podem ser vistos como chefes de serviço de importantes universidades americanas e europeias. Claro que todos submetidos a rígidos critérios para atuacão profissional.

O que há de diferente em relação ao que querem fazer em nosso país? A resposta está em uma palavra: qualificação. O que de tão bom existe nas universidades de medicina cubanas que torna os médicos de lá egressos com "notório saber", a ponto de não ser exigido o exame que todos os outros devem fazer em nosso país? Cuba, em medicina, exceto pelo viés idealista, não é exemplo para nenhum país desenvolvido em ensino, pesquisa e assistência.

Mas esta discussão, ao que parece, só serve para acobertar a ineficiência dos serviços de saúde geridos pelas prefeituras.

Preferia que ao invés da idolatria ao falido sistema cubano, fôssemos capazes de seguir, por exemplo, os ingleses, cujo sistema público de saúde é um bom exemplo. Além da remuneracão digna ao médico generalista, existem hospitais e serviços de referência que concentram o tratamento de doenças graves. Estes são remunerados de acordo com sua resolutibilidade, ou seja, capacidade de atender os pacientes com doenças severas de uma determinada região, e além disto, são avaliados por sua eficiência, o que significa bons resultados, com melhora da qualidade e quantidade de vida associadas a baixa mortalidade dos procedimentos. Isto significa redução de custos e incremento na qualidade, com benefício para a saúde da população.

Em nosso meio,o sistema de saúde não consegue organização, nem mesmo para enviar os pacientes corretamente aos especialistas. Assim, após uma triagem ineficiente, um paciente com câncer de pulmão, por exemplo, após tres meses de espera, pode ser atendido por um cirurgião digestivo que terá de reenviá-lo ao médico correto, e o seu calvário continuará por mais tempo, com a chance de cura evaporando. Sem contar aqueles que têm a cirurgia desautorizada na última hora por um burocrata, que não imagina que aquela era a oportunidade de curar o câncer de um paciente ou resolver o problema congênito de uma criança. Não me parece que a vinda de médicos de fora do país, isoladamente, possa ajudar na necessidade de mudança estrutural do nosso sistema de saúde.

Discordando do grande jornalista Paulo Santana, que afirmou"que vengan los cubanos", diria que venham os médicos competentes, se realmente há necessidade. E que sirvam à nossa população e não a alguns políticos, que por não encontrarem uma forma de levar saúde de qualidade ao povo, buscam soluções sem planejamento ou critérios definidos.”

* Chefe do Serviço de Cirurgia Oncológica da Santa Casa de Porto Alegre, professor da Universidade Federal de Ciências da Saúde de Porto Alegre (UFCSPA)

Institucional Câmaras Técnicas Comissões de Ética Conheça o CREMERS Contas Públicas Delegacias Diretoria Palavra do Presidente Vídeo Institucional História Cremers

Serviços Área do Médico Busca Empresas Busca Médicos Ativos CBHPM Concurso Emissão de Boleto Empregos Eventos Inscrição de Empresas Licitações Pareceres e Resoluções Perguntas Freqüentes Pessoa Jurídica Propaganda Médica Registro de Especialidade Médica

 

 

Imprensa Artigos Assessoria Informativo Cremers Notícias Twitter

Publicações Apresentações para Download Biblioteca Código PEP Regimento Interno dos Corpos Clínicos

 

Contato Fale com o CREMERS Fale com o Presidente Ouvidoria

 

 

 

Conselho Regional de Medicina do Estado do Rio Grande do Sul - Copyright 2019 ©
Av. Princesa Isabel, 921 - Bairro Santana
Porto Alegre - RS - CEP: 90620-001
Telefone: (51) 3300-5400 e 3219-7544
Fax: (51) 3217-1968
E-mail: cremers@cremers.org.br
Horário de Atendimento:
De segunda-feira a sexta-feira
Das 09h00min às 18h00min